dia-internacional-da-mulher

Dia Internacional da Mulher: grandes pintoras brasileiras.

Hoje, celebramos o Dia Internacional da Mulher. Uma data que nos convida a refletir sobre as lutas das mulheres ao longo do tempo por respeito e igualdade de direitos. 

Pensando nisso, resolvi falar sobre algumas das maiores pintoras do Brasil. Mulheres que deixaram sua marca na história da arte brasileira, e pavimentaram o caminho para tantas outras talentosas artistas. Quer conhecê-las? Vamos lá!

Tarsila do Amaral

professor-costerus-tarsila

 

Se você conhece minimamente o universo da arte brasileira, com certeza já ouviu falar de Tarsila do Amaral. Nascida em 1886, na cidade paulista de Capivari, ela pegou gosto pela pintura quando estudava em Barcelona, Espanha.

Tarsila teve uma grande participação na primeira fase do movimento modernista no Brasil. Junto com a amiga e também pintora, Anita Malfatti, criou o “Clube dos Cinco”, que contava ainda com Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Menotti Del Picchia.

Seu primeiro trabalho foi Sagrado Coração de Jesus, de 1904. Em 1928, criou aquela que seria sua obra mais famosa: Abaporu. O quadro é considerado a inauguração de um movimento chamado pelas artes plásticas de antropofágico.

Uma das pintoras brasileiras mais famosas no exterior, Tarsila do Amaral recebeu homenagens no cinema e na TV, como Eternamente Pagu, de 1987, Um Só Coração, em 2004 e JK, em 2006. Além de dar nome a uma cratera no planeta Mercúrio, homenagem feita pela União Astronômica Internacional, em 2008.

Anita Malfatti

professor-costerus-anita

 

Nascida em São Paulo, em 1889, Anita Catarina Malfatti foi pintora, desenhista, ilustradora e professora. Nasceu com uma doença congênita no braço direito e precisou aprender a usar o braço esquerdo, o que a fez precisar dos cuidados de uma governanta.

Anita aprendeu as primeiras técnicas de pintura com sua mãe, que teve que dar aulas após a morte do marido. Em 1910, foi estudar na Alemanha, onde matriculou-se na Academia Real de Belas Artes de Berlim e lá, estudou o expressionismo.

Retornou para São Paulo em 1917  e fez uma exposição de suas obras com 53 trabalhos entre pinturas, aquarelas e gravuras, o que provocou violenta repercussão da imprensa, principalmente do escritor Monteiro Lobato.

A mostra expressionista serviu como um marco para a renovação das artes plásticas no Brasil e, a crítica de Monteiro Lobato foi o estopim para o Movimento Modernista no Brasil.

Georgina de Albuquerque

 

professor-costerus-georgina

 

Nascida em Taubaté, São Paulo, em 1985, é considerada um grande nome da pintura brasileira. Uma de suas obras mais famosas, Sessão do Conselho de Estado, apresentada em 1922, coloca a mulher como protagonista, rompendo com os padrões.

Artista impressionista, Georgina revelou paisagens e naturezas-mortas, nus artísticos, retratos e cenas do cotidiano, rompendo com os ideais clássicos.

Contribuiu para o movimento modernista no Brasil através da cor e efeitos ricos em transparência e luminosidade.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário e me conte o que achou!

Já conhece o meu Canal no Youtube? Lá, eu ensino algumas técnicas de pintura que vão facilitar a sua vida na hora de praticar! Confira!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.