Como pintar paisagens com neve

Olá, pessoal! Professor Costerus aqui!

Retratar uma paisagem com neve é um desafio, pois ao mesmo tempo que você tem que transmitir a sensação do frio, é necessário demonstrar a luz e calor brando do sol.

E sempre que a pintura tem predominância da neve, onde utiliza-se poucas cores além do branco, é mais desafiador ainda, uma vez que se torna difícil a percepção dos tons, que devem ser aplicados com sutileza.

Quando você pinta um quadro que retrata outras estações, há áreas claras e escuras, com bastante utilização de luz e sombra, que indicam as direções do sol e orientam claramente a composição de todos os elementos do quadro. 

No caso da paisagem que tem muito branco, o artista iniciante tem dificuldade de transmitir a cor e o tom, tendo em vista que qualquer objeto colocado contra a neve dá um grande contraste, parecendo isolado e muito definido.

Para obter êxito no resultado depende muito de um desenho bem estruturado e da composição de cores. Por exemplo, em razão deste contraste, as árvores parecem muito mais escuras do que normalmente são, assim como o céu em um dia nublado. 

Uma dica importante é começar sempre com as cores mais quentes e, à medida que for pintando, ir esfriando. E tenha muito cuidado ao acrescentar outros tons ao branco, aplicando sempre toque por toque, delicadamente, tendo em vista que ele assume as outras cores com muita facilidade.

Lembre-se de que a neve é refletora, ou seja, ela muda conforme a luz. Por isso é essencial saber a hora que você está querendo estampar. Caso seja final da tarde, misture alguma tonalidade amarelada ou alaranjada, tipo amarelo cobalto ou carmim. Se estiver querendo uma manhã, deve alternar com alguma cor azulada.

pintura-em-tela-costerus-blog-neve-monet

A neve, de Claude Monet

Sempre que for pintar a neve, é importante lembrar que não existe um jeito certo de colocar o branco na tela, depende da luz que ela está recebendo e da hora do dia que você escolheu.

Busque sempre melhorar o seu desempenho na pintura através de muitas referências, explore e observe as cores de outras obras e continue estudando.

Acompanhar os vídeos no meu canal do Youtube (Marco Costerus) e as novidades do meu instagram (@professor_costerus) são dicas que eu te dou para ir adquirindo conhecimento e moldando sua própria criatividade! Com o tempo, você vai ser que sua técnica vai ficar TOP!!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *