Posts

Por que é tão difícil sair da inércia?

Você é o tipo de pessoa que sabe exatamente o que quer e o que é preciso para alcançar o seu objetivo, mas mesmo assim tem dificuldade em dar o primeiro passo para tirar o plano do pensamento?

Tudo o que envolve transformações na vida faz o cérebro entrar em modo de defesa, por isso começa a procrastinação. Você começa a ter medo da mudança, da incerteza e do fracasso

Você tem a sensação de incapacidade e por isso prefere conviver com aquela ideia impostora de que não irá conseguir do que realmente correr algum risco e ter êxito nessa tentativa?

O medo da mudança nos faz auto sabotar, pois há essa necessidade de permanecermos na inércia, porque ainda que a situação atual não seja boa, não há surpresas, já sabemos o que esperar dela, não é?

É normal que as pessoas adiem o início de uma atividade nova em razão dessa falsa sensação de que há um dia certo para isso acontecer. Tenho certeza que você já disse aquela famosa frase: “na segunda-feira eu começo”. 

Mas chegou a segunda-feira, chegou a semana seguinte, o próximo mês, final do ano e você ainda está esperando o dia perfeito.

pintura-em-tela-costerus-blog-arte-sair-da-inercia-pintar

O dia perfeito não existe! É preciso ter coragem e agir apesar desse medo. Quando você dá o primeiro passo, seus hábitos mudam. Mas se permanecer onde está, sua vida não vai se movimentar e você não alcançará seus objetivos

Você até pode fazer a escolha de permanecer na zona de conforto e se acomodar com tudo como está, com essa situação “segura”, porém você será feliz dessa forma?

Você estará satisfeito com a sua vida mesmo sem realizar os seus sonhos

Muitos alunos, quando começaram as minhas aulas de pintura, me disseram que tinham medo de fracassar, de não conseguir desenhar e pintar uma tela, por isso não haviam se arriscado antes. Por um tempo, eles encontram razões para adiar: falta de tempo, falta de apoio da família, entre outras… No entanto, conseguiram se livrar do pensamento impostor e hoje estão realizados com o que aprenderam

Você pode continuar arranjando desculpas, mas o tempo irá passar de qualquer forma e você vai permanecer como está por causa de incertezas e inseguranças?

Assuma o comando na trajetória da sua vida, imagine o que você irá ganhar se der o primeiro passo hoje! Tente visualizar como será o seu futuro com o seu objetivo realizado! Top, né?

E eu vou te contar um segredo: O importante é começar, para então sentir a emoção de ter conseguido chegar lá! A motivação vem depois que damos início ao projeto de tanto queremos! 

Lembre-se que cada vez que você adiar, o sentimento de incapacidade vai aumentar. O importante é agir para alcançar o que você deseja e se o seu sonho é ser um artista plástico e pintar telas, eu vou te contar outro segredo: eu sei a estratégia certa para você conseguir, sem dúvida e sem medo!

Clique aqui e conheça meus cursos online!

O mais difícil é começar, depois tudo acontece naturalmente e vai se encaixando no lugar certo! 

Sua vida está esperando por você, então dê o pontapé inicial rumo à sua felicidade!

 

Sabe por que a pintura em tela vai transformar a sua vida?

Você já parou para pensar que a vida é um quadro que está em constante produção

Nós somos artistas da nossa própria vida!

Para pintar uma tela é preciso dar pincelada por pincelada e na vida é necessário dar passo por passo

Se você quer alguma mudança, é importante começar agora!

O que você deseja para sua vida? Ou melhor, que vida você deseja ter?

Por exemplo, se você deseja pintar o mar, você começa com a linha do horizonte, depois você traça o esboço do seu desenho e inicia as pinceladas com a tinta azul

Na vida também é assim, são traços e pinceladas que vão se juntando constantemente para formar pedaços de histórias e momentos, que no final representará quem nós somos.

Parece tão simples… e realmente é!

Nós sempre arranjamos desculpas para não darmos inícios a sonhos e planos. Por isso eu te pergunto: por que você não é um artista ainda?

Acontece que nossa mente sempre foca em encontrar problemas, mas isso não vai te levar a lugar nenhum.

pintura-em-tela-costerus-blog-arte-mudar-vida-fernando-botero

Dançarinas no Bar, de Fernando Botero (2001)

Todo mundo, em algum momento da vida, tem a necessidade de encontrar uma atividade que representa a retomada daquilo que é fundamental para viver com qualidade, buscando sempre mais aprendizado e evolução pessoal, para estar bem consigo.

Desta forma, a autoestima aumenta e a confiança se renova!

Tanto na vida quanto na arte nós temos que arriscar, sair da área de conforto! Temos que dar a primeira pincelada se quisermos ter um belíssimo quadro!

Se você está no começo da sua jornada artística ou ainda quer iniciá-la, saiba que o mundo está cheio de possibilidades e não há limites para quem quer aproveitar o máximo do que a vida pode proporcionar.

“Nenhuma quantidade de segurança vale o sofrimento de uma vida medíocre presa à uma rotina que matou seus sonhos.” (Maya Mendoza).

Você merece uma vida que seja MUITO mais do que essa corrida contra o medo de não alcançar os seus objetivos e de não conseguir terminar o quadro que representa a sua essência.

Ahhh, muleke! Se o seu sonho é fazer uma atividade fácil, divertida e apaixonante, vem comigo descobrir os benefícios da pintura em tela e dar o pontapé inicial para uma vida mais leve e feliz.

Lembre-se que a determinação e a coragem são fatores decisivos para o sucesso dos seus planos!

Clique aqui e conheça meus cursos online!

Para saber mais sobre pintura em tela e sobre o meu método de ensino, me acompanhe nas redes sociais. 

 

 

O que é o croqui e como ele pode te ajudar

Olá, pessoal! 

Sempre que eu venho dar alguma dica de pintura em tela, a primeira orientação é iniciar pelo croqui. Mas você sabe o que é um croqui?

O croqui nada mais é que um esboço, um desenho sem muitos detalhes e acabamentos, feito rapidamente, daquilo que você quer pintar na tela. 

Esse rascunho é como um estudo da pintura. Serve para você colocar a sua ideia inicial no papel, registrar e desenvolver o conceito daquilo que você está pensando em fazer. 

O esboço é feito através de traços livres e de forma natural, sem se preocupar com a beleza do desenho, portanto, o artista tem liberdade para compor e montar a imagem da forma que achar melhor.

Eu costumo dizer o seguinte aos meus alunos: o seu quadro começa na mente.

Primeiro você pensa no que quer retratar, quando você chegar à ideia principal, aí faz um croqui em um papel A4 normal com um grafite 6B ou 7B. Nesse momento você vai realizar algumas mudanças, para adequar e equilibrar o seu projeto antes de passar para o quadro. 

Depois que o croqui do papel estiver pronto, eu indico que você pegue um carvão e faça outro esboço bem de leve na tela, dê umas batidinhas para tirar o excesso e aí a sua tela está pronta para você começar a pintar!

pintura-em-tela-croqui

Apesar da simplicidade dos traços, é essencial que o croqui seja bem estruturado, que tenha a forma e proporção daquilo que será pintado. É primordial que ele tenha as linhas básicas, mas também que seja feito com muito cuidado. Tem que ter as direções fundamentais para quando você preencher com a tinta, entender o desenho, independente dele ser detalhado ou não. 

O croqui é importante pois será a sua direção na hora que for pintar a tela. 

Ahhh, muleke! Você vai ver que vai ficar muito mais simples de pintar!

Nos vídeos que eu posto no meu canal do Youtube (Marco Costerus) tem várias demonstrações de como iniciar uma pintura a partir do esboço!

E me siga lá no instagram (@professor_costerus) para ficar por dentro de muitas novidades do mundo TOP da pintura em tela!

As versões de O Grito, de Edvard Munch

Olá, gente! Professor Costerus aqui!

Hoje eu vim aqui contar uma curiosidade para vocês. O quadro O Grito, de Edvard Munch, famosa obra em que o artista transmite sentimentos de medo, solidão, ansiedade e angústia, na verdade, possui 4 versões.  

Essa obra foi exposta pela primeira vez em 1903 e fazia parte de um conjunto de seis peças intituladas Amor. A ideia do artista era representar as várias fases de um caso amoroso, desde o fascínio inicial até a ruptura traumática, a qual era representado pelo O Grito.

No entanto, a recepção pela crítica não foi boa e o conjunto foi classificado como arte demente. Mas a reação do público foi antagônica e tornou-se motivo de sensação.

A versão mais conhecida da obra, mede 91 x 73,5, pintada em 1893, com tinta a óleo, têmpera e giz pastel sobre cartão e atualmente se encontra na Galeria Nacional de Oslo, na Noruega.

pintura-em-tela-costerus-blog-grito-versao-famosa

 

Outra versão dessa obra, também datada de 1893, é menos detalhada e desenhada com lápis de cor e também está localizada na Galeria Nacional de Oslo. É possível ver alguns detalhes que o artista alterou, como a ausência de barcos e a mudança na postura da pessoa ao fundo, que aqui encontra-se de lado, olhando a paisagem.

 

Em 1895 o artista fez uma versão em pastel sobre cartão e também há diversas alterações na imagem, como por exemplo, um homem está apoiado na ponte, como se estivesse lamentando, e o outro está analisando a paisagem. Há apenas um barco nessa imagem.  Essa obra pertencia a uma coleção particular e em 2012 tornou-se a obra mais cara arrematada em um leilão, vendida por US$ 119,9 milhões.

 

A versão de 1910 foi feita em têmpera sobre cartão e também estava na Galeria Nacional de Oslo. No entanto, ela foi roubada em 2004 e recuperada, em 2006, com danos irreparáveis, segundo os especialistas.

pintura-em-tela-costerus-blog-grito-terceira-versao

 

Recentemente essa obra teve mais um segredo revelado. Isso porque alguns pesquisadores do Museu Nacional da Noruega descobriram que o próprio Edvard Munch deixou uma mensagem no canto superior da tela, com lápis e letras pequenas, que diz: Só pode ter sido pintado por um louco. 

Por muito tempo essa mensagem foi alvo de investigação, pois era vista como um ato de vandalismo pelos apreciadores de arte, mas chegaram a essa conclusão após uma perícia usando tecnologia infravermelha que comparou com notas e cartas de Munch

Acredita-se que a inscrição tenha sido adicionada pelo artista após os comentários críticos na época que questionavam a saúde mental do autor

Gostou da curiosidade?

Acompanhe os vídeos no meu canal do Youtube (Marco Costerus)! 

 

 

 

 

 

Vencendo a insegurança!

A arte tem uma grandeza humanizadora e uma capacidade imensa de afetar as pessoas, tanto como uma ferramenta de trabalho, como na forma do sujeito pensar, agir e ser no mundo. Há diversos benefícios que a prática da pintura traz, pois expressar-se através da arte permite a liberação de dopamina e endorfina, que são hormônios que proporcionam uma sensação de prazer e bem-estar e são liberados também, por exemplo, quando praticamos exercício físico.

Mas apesar desses benefícios todos, quando vamos pôr o plano em ação, a insegurança bate, não sentimos confiança no nosso trabalho e nos sentimos incapazes de pintar e então você não sai do lugar.

Pode ter certeza que isso não acontece só com você.

Você sabia que Vincent Van Gogh também se sentiu inseguro? O pintor holandês, nascido em 1853, decidiu colocar sua arte em prática apenas em 1880 e morreu em 1890. Nesses 10 anos ele pintou centenas de quadros, mas vendeu apenas um em vida. Quando ele retratou o seu famoso quadro Noite Estrelada, pensou que talvez nem fosse tão bonito assim.
pintura-em-tela-costerus-blog-van-gogh-noite-estrelada

Conforme uma reportagem sobre Van Gogh, produzida pela Istoé, em uma carta que o pintor escreveu ao seu irmão, Theo, ele disse: “Todas as coisas que considero um pouco boas são o campo de trigo, a montanha, o pomar, a oliveira, as árvores com as colinas azuis, os retratos e a entrada para a pedreira. O restante (como a “A Noite Estrelada”) não me diz nada”.

Mas o que podemos fazer no momento em que a insegurança bater?

Eu te adianto que não há uma fórmula mágica. É importante desenvolver algumas técnicas que vão te ajudar a fortalecer a sua confiança!

Quando você for iniciar uma pintura em tela, decida previamente o que você quer pintar. Se pergunte qual imagem você quer representar na sua tela e imagine todos os detalhes. Isso já vai te dar mais firmeza para dar o pontapé inicial e continuar o trabalho. Pense sempre antecipadamente nas particularidades do tema da sua obra, até que você tenha um domínio, ou seja, até que isso se torne natural.
pintura-em-tela-costerus-blog-insegurança

Exercite a sua mente para criar confiança! Nos tornamos pintor, apenas pintando! E o primeiro passo é sair da sua zona de conforto, colocar o esboço no papel e treinar muito, assim você desenvolve a criatividade e fortalece a confiança na sua arte. No final, quando você for assinar seu quadro, tenho certeza que sentirá muita felicidade e um orgulho imenso do seu trabalho. A alegria traz boas expectativas!  

Eu acredito em você e sei que você não vai desistir de pintar!