De_que_Forma_ podemos_aplicar_referencias_Marco_Costerus

De que forma podemos aplicar referências?

Oi pessoal! Tudo bem com vocês?

Às vezes quando vamos à alguma exposição de arte ou olhamos uma obra na internet dá uma curiosidade de saber como aquilo foi criado, né? 

No artigo de hoje vamos esclarecer a diferença entre referência e cópia e como aplicar as referências de forma autêntica. Ah muleque!

De_que_Forma_ podemos_aplicar_referencias_Marco_Costerus

O ser humano sempre buscou pela capacidade de reprodução de suas obras, isso acabou originando a criação da impressora e na pintura o desenvolvimento da gravura, pois permitia que um mesmo original tivesse variadas cópias. A manifestação estética do ser humano trilha um caminho do chamado valor de culto ao chamado valor de exposição. Antigamente a arte visual tinha o valor de culto, por exemplo, uma arte sagrada era cultuada por sua originalidade sendo vista como autêntica e diferente. O valor de exposição acontece pela quantidade de vezes que a obra foi mostrada ou a popularidade que a obra carrega.

Referências nada mais são do que uma menção rápida de algo ou alguém. As referências são aplicadas na arte de diversas formas, como uma história que representa uma pintura, por exemplo o quadro a última ceia de Leonardo da Vinci foi inspirado por um trecho da bíblia sendo assim uma referência. Referência é diferente de cópia. 

Como podemos aplicar as referências da nossa vida na pintura em tela? As referências estão em todos os lugares. Uma lembrança pode ser uma referência, uma paisagem com montanhas, a rua com as pessoas passando, algo que você já viveu ou está vivendo, tudo é referência

Todos nós passamos por algum bloqueio criativo em algum momento da nossa vida, mas isso não significa que devemos copiar alguma obra que temos admiração. Busque inspiração em livros, viagens e músicas a ideia e as referências, vem de onde menos esperamos, você tem tudo para ser original e criativo, pois a autenticidade é um valor humano bastante valorizado por quem assiste ou observa o seu trabalho. Entender melhor o que você faz no mundo em que vive é uma ótima forma de saber o que quer mostrar a todos e qual o legado artístico deseja deixar. É extremamente emocionante ter suas obras inspiradas e não imitadas.

Referência é diferente de cópia. Você pode copiar uma obra para praticar, aprender uma técnica diferente ou apenas copiar por hobby, a partir do momento em que não se aproprie e tome a autoria dela. É totalmente normal o ser humano criar coisas parecidas, por isso, aprofundar o seu conteúdo e buscar cada vez mais ideias se torna cada vez mais importante.

Ah muleque! Pegou essa dica?

Você pode colocar as suas referências em prática na pintura em tela totalmente online com o meu curso INICIANDO COMO ARTISTA. Vamos nessa?