Venda de quadros: é possível viver de arte?

Essa é uma dúvida muito comum para quem está iniciando na pintura e quer ter o trabalho artístico como fonte de renda. Hoje vamos falar sobre a venda de quadros, por onde começar, locais onde isso acontece e, é claro, os preços.

 

Ahh, muleeek? É possível viver de arte? Vem, que eu respondo!

Exposições de quadros: onde começar?

 

Você já passou por uma praça pública e viu um artista pintando uma tela ao vivo? Foi assim que eu comecei! Eu costumava levar alguns dos meus poucos quadros, na época, para a Praça dos Artistas e, enquanto meus quadros ficavam expostos, eu pintava uma tela ao vivo. 

 

Essa é uma das formas que os artistas encontram para mostrar seu trabalho: expondo e pintando em ruas e praças. Essas exposições facilitam muito o contato com o público, que sempre se aproxima para conhecer o artista, fazer perguntas e, às vezes, comprar um quadro.

 

Por outro lado, existem órgãos públicos que possuem salas destinadas à exposição de arte, como Tribunais de Justiça, Câmaras de Vereadores, Prefeituras, entre outros. Você pode montar e enviar um currículo contendo o seu histórico de artista, fotos de seus quadros e informações pessoais para negociar uma exposição de suas obras nesses espaços. 

 

Se a sua cidade possui uma galeria de arte, você também pode tentar negociar exposições individuais, ou coletivas. Nas exposições individuais, você pode expor entre vinte e trinta telas. Já na exposição coletiva, por estar compartilhando o espaço com outros artistas, suas obras estarão entre três e quatro quadros expostos.

 

Além disso, você pode deixar um ou mais quadros na galeria, que vende a obra e retira uma porcentagem do valor, repassando o restante para você. Chamamos isso de venda de quadro em consignação, e é uma maneira de manter seu quadro visível e seguro até o momento da venda.

exposição-de-arte-professor-costerus

Galerias de arte

 

Professor, e se eu quiser abrir a minha própria galeria? 

 

Perfeito!

 

Se você já possui uma grande quantidade de obras e um dinheirinho sobrando, abrir uma galeria pode ser algo muito positivo.

 

No entanto, nem todos os artistas têm condições de abrir uma galeria física. Custos com aluguel ou compra de um espaço, por exemplo, podem pesar bastante no bolso de quem está começando.

 

Por isso, uma excelente alternativa que a tecnologia nos deu, é poder abrir uma galeria virtual, onde você exibe suas obras na internet. A vantagem da galeria virtual, é que você exibe seus quadros para o mundo inteiro. Eu mesmo tenho a minha Galeria Online, onde exponho meus quadros e recebo encomendas.

Preços dos quadros: quanto cobrar pela minha tela?

 

Agora que eu já falei dos principais locais para começar a vender seus quadros, vamos aos negócios! 

 

Primeiramente, você precisa entender que, todo início tem suas dificuldades. Você, provavelmente, não vai conseguir vender um quadro por um valor muito alto já no começo. Eu mesmo vendia meus quadros por valores muito mais baixos quando comecei a pintar. Isso faz parte do processo.

 

Sendo assim, você precisa criar um nome, fazer com que as pessoas te conheçam e ter um bom relacionamento com quem mostra interesse pela sua arte. Tudo se constrói com o tempo e você vai aumentar sua rede de contatos a cada exposição.

 

Portanto, vamos dizer que você vai pintar uma tela de 30x40cm. É preciso levar em conta o custo com o material, tinta e a própria tela, certo? Então vamos supor que você tenha tido um custo de R$50,00 com todo o material. Podemos adicionar mais R$50,00 aqui pelo seu trabalho. Esse seria o seu lucro.

 

É importante sempre considerar o custo ao determinar o preço final. Considere também, quanto tempo e energia você precisou investir naquela obra. Afinal, alguns quadros são mais simples, outros exigem mais esforço.

 

Para finalizar, eu recomendo que você nunca abaixe o preço após vender um quadro. 

 

Imagine que você vendeu um quadro 30x40cm para um comprador por R$200,00. Então, um dia, esse mesmo comprador entra em uma exposição sua e encontra um quadro semelhante, de 30x40cm à venda por R$100,00. Ele pode até mesmo, se sentir enganado, o que seria muito ruim para a sua imagem.

 

Por isso, defina preços que você consiga manter e aumente um pouco a cada ano. Essa é uma excelente forma de valorizar o seu trabalho e não chatear seus compradores. Lembre-se que obras de arte nunca ficam mais baratas. Elas sempre valorizam.

 

Eu fiz um vídeo no meu Canal no YouTube falando um pouco sobre a venda de quadros. Dá uma olhadinha e me diz lá o que achou:

 

É possível viver APENAS das vendas de quadros no Brasil?

exposição-de-arte-costerus

E aí? Mas para vender quadros, tem que pintar primeiro, né? Já conhece o meu curso Iniciando como Artista? Lá, eu te ensino as técnicas para você começar a pintar do jeito certo, desde o começo!

 

Ficou com alguma dúvida sobre esse tema? Deixe seu comentário abaixo e eu terei o maior prazer em responder!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.